Tito, o convertido grego de Paulo

Tito

No livro de Tito, nós podemos constatar orientações valiosissimas a cerca da importancia de manter uma comunidade eclesiastica saudável dando enfase aos ensinamentos e as doutrinas aos vários grupos cristãos. Paulo orientou a Tito através dessa carta quanto ao que deveria ensinar e como aplicar aos lideres e membros das igrejas.


Esses são os temas Classicos Paulinos:

1. A soberana "graça" indica o fato de Deus está no controle de todas as coisas. Este fato concede segurança aos cristãos. A fidelidade de Deus à sua promessa de aliança de salvar seu povo é estabelecida  e preservada pela "graça"

GRAÇA: favor imerecido, redentor, demosntrado em Cristo.

 2. A sã doutrina refere-se à verdade absoluta como ensinada nas Sagradas Escritura. O que Deus diz ele não vai mudar.


3. A vida de servo. É um estilo de vida de obediência à Sua Palavra (Cristo Jesus)


Assim a mudança do estilo de vida de um cristão só acontece com o conhecimento saudável das Escrituras, aplicação correta em nossa vida cristã e a transformação do coração pela Graça de Deus.





APONTAMENTOS


Presbíteros: Protetores da Congregação
As qualificações relacionadas (1:6-9) indicam claramente que um presbítero precisa ser homem casado e com filhos cristãos. Precisa ser instruído na palavra de Deus e maduro espiritualmente, tendo aplicado essa instrução em sua própria vida. Precisa ser capaz de usar seu entendimento da palavra de Deus tanto para exortar como para corrigir outros (1:9).


Vivendo por Sã Doutrina
 Paulo aborda a conduta e as responsabilidades dos cristãos nas bases de idade, sexo e emprego. Primeiro, ele descreve o papel dos mais velhos, e então das mais velhas (2:2-3). Ele esmiuça as responsabilidades das mulheres mais jovens observando que as mulheres mais velhas deveriam ensiná-las (2:4-5). A seguir, ele passa aos moços em geral no versículo 6 e a Tito especialmente no versículo 7. Finalmente, ele conclui esta parte descrevendo a conduta apropriada dos servos (2:9-10). Ainda que suas instruções dadas a um grupo obviamente não sejam totalmente diferentes daquelas dadas a outro grupo, Paulo aborda necessidades específicas e tentações dos vários grupos (por exemplo, roubo entre servos, falta de submissão entre viúvas, integridade entre jovens; 2:5,7,10). 

Obreiros do Bem, Salvos pela Graça
 O apóstolo Paulo nos lembra de nossa conduta passada. “Éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros” 

(3:3). A bondade e o amor de Deus foi manifestado quando salvou os homens pecadores como Paulo e aqueles com os quais Tito trabalhava. Contudo, esta divina misericórdia tem conseqüências. Deus não salvou os homens para que eles continuassem na sua conduta pecaminosa. Tito é mandado lembrar seus irmãos de que o comporta-mento deles como cristãos precisa ser muito diferente do passado (3:1-2).

Ainda que Paulo ressalte a necessidade dos cristãos estarem prontos para fazerem boas obras (veja 1:16; 2:7,14; 3:1,8,14), ele não quer que ninguém pense que sua salvação resultou de suas obras de justiça (3:5). Somos justificados pela graça através da lavagem espiritual cumprida no batismo (3:5; 1 Pedro 3:21; Efésios 1:7; Atos 22:16; Apocalipse 1:5; Romanos 6:3-4). Não merecemos a herança que nos é dada, a vida eterna (3:7).

Enquanto os cristãos precisam buscar boas obras, precisam evitar discussões tolas e contendas que não edificam. Precisam também ser cuidadosos com os irmãos facciosos. Estes indivíduos devem ser admoestados uma e duas vezes e, se não se arrependerem, os irmãos devem evitá-los (3:9-11).


Leia o livro de Tito, pois traz informações valiosas para a vida de um cristão
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coração Quebrantado

Qual sua Essência?

Saudade...