O Vazio Tem Valor!



Olá amigos, hoje tenho algo para falar muito diferente e ao mesmo tempo que faz parte da nossa vida. Estava em uma das minhas aulas de música e descobri uma coisa que já sabia, mas nunca havia parado para pensar com tanta maturidade espiritual.







Todas as notas musicais tem um valor de acordo com o tempo dentro do compasso que elas fazem parte, ou seja, cada compasso de uma partitura, existem notas que tem um valor numérico de tempo que harmonisa a melodia, e dentro dessas notas existe um simbolo que na leitura da partitura é considerada como uma pausa, que também tem seu valor numérico.




Uma pausa caracteriza uma falta de som, ou seja, numa sequência de notas musicais onde a pausa aparece, ela produz um valor musical que é importante para a harmonia da melodia, a ausência de som.


Incrível! Como uma pausa pode ter valor musical? Ora, se tocamos em uma sequência numérica de notas dentro de um compasso e seja necessário dar ritmo a uma música, nada melhor do que colocar pausas entre as notas, alternadas ou não, o importante é ter ritmo.

Assim temos a pausa. E a pausa é o vazio. Logo ao indentificar o vazio, veio ao meu coração o seguinte:

"o vazio tem um valor por ele próprio definido como a ausência de algo"


Definição sobre vazio na FISICA

VAZIO - Espaço que não contém nenhum corpo material, ou onde as partículas materiais são muito rarefeitas; vácuo. Se na física o vazio é um vácuo, ele tem sim um valor importante na função de pressão, pois segundo Albert Einstein o Universo é composto de matéria e energia, e esse vácuo é é a ausência de matéria (como moléculas e átomos) em um volume de espaço ou energia.

Desta forma vamos associar:

Vazio: DENTRO DE MIM
Matéria: TUDO QUE ME ALIMENTA
Energia: O QUE É PRODUZIDO
Espaço: TEMPO

Assim: Dentro de mim tem uma ausência de alimentos que fazem com que eu não produza nada num determinado espaço de tempo.

Meu Deus! muito louco não é? Também acho, mas o Senhor já disse nas Escrituras Sagradas:

Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. (1 Coríntios 1:25)

Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia. (1 Coríntios 3:19)

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1 Coríntios 2:14)

Vamos aplicar esse conceito em nossa vida:

Quando somos alimentados com a Palavra de Deus e a praticamos a cada segundo da nossa vida, estamos cultivando O Fruto do Espirito Santo e produzindo vários frutos, nossas obras que mediante nossa fé em Jesus Cristo, fazem parte de um grande aprendizado de acordo com a Vontade de Deus no tempo certo que Ele determinar. É o grande desafio do crente, saber conciliar os desejos da carne com as maravilhas que Deus nos proporciona, pois devemos aprender todos os dias qual a perfeita Vondade de Deus, dentro do Tempo colocado por Ele em nossa vida.


"Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio..." (Gálatas 5:22-23)

Saber cultivar a cada dia esse fruto é preencher esse vazio que existe dentro de nós com a ausência de produção de frutos em nossa vida.

Por isso amados, devemos levar para nossa vida a prática da Palavra do Senhor, para que possamos todos os dias aprender, seja na alegria, seja nas atribulações, mas o melhor de tudo é que se nós,  tendo paciência, no Tempo do Senhor, nós conseguiremos vencer a batalha que é colocada em nossa vida diariamente.

O vazio tem valor a partir do momento em que eu acordo para entender que é esse o momento certo que eu devo preencher esse espaço com as coisas de Deus, mas lembrando que esse preenchimento deve acontecer verticalmente, ou seja, de baixo pra cima, eu devo saber que nada acontece se eu não der o primeiro passo: eu devo querer agir para que Deus opere em mim dentro do Seu Tempo e esperar que tempestade passe.

Como na música, a melodia acontece com um ritmo dentro de um compasso, onde é produzido sons para uma bela harmonia, incluindo as pausas de tempo.


"Senhor eu peço que esse vazio imposto pelas atribulações do nosso viver diário, seja cada vez mais transformado e modificado pela nosso aprendizado e preenchido com os frutos do Espirito Santo,  para nos guiar e nos colocar sempre em busca das coisa do alto,  fazendo com que nossa vida seja uma eterna sinfonia, cheia de compassos, ritmos e melodias, com direito a aplausos e bis na produção de várias composições musicais, em harmonia com o Senhor Cristo Jesus! Amém"

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Saudade...

Qual sua Essência?

Coração Quebrantado