MANSIDÃO

Nosso Deserto

A palavra “deserto” vem do latim desertu e significa “lugar solitário” ou “de solidão”; lugar ermo.


O povo de Israel enfrentou o deserto em sua caminhada à terra prometida. Curiosamente o deserto surge na vida dos israelitas após 400 anos de escravidão egípcia e tem a duração de 40 anos. O trajeto do Egito à Canaã, terra prometida por Deus aos filhos de Israel, levaria no máximo 40 dias para ser completado. Mas Israel levou 40 anos.

“E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o SENHOR teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não” (Dt 8.2).


Muitas vezes somos colocados à prova pelo Senhor para nos reconhecermos que somos filhos do Altíssimo e somente a Ele devemos dar louvor e gradidão.

"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á." (Mateus 7:7-8)

Então porque quando nós queremos algo, ou pedimos com tanta vontade, não conseguimos ou simplismente, o nosso coração pede e não é atendido? É porque Deus não é bom? Não, de maneira alguma. Devemos saber que Deus deseja que nós tenhamos intimidade com Ele na fé e pela fé, contudo nem tudo o que nós queremos é o que precisamos. Deus nos conhece muito bem e sabe o que é melhor para nós. Ele espera que surpreendamos Ele através do nosso coração, pois Ele já o conhece muito bem.

...

"Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão, e o vosso suor, naquilo que não satisfaz? Ouvi-me atentamente, comei o que é bom e vos deleitareis com finos manjares." (Isaias 55:2)

"Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus." (Mateus 4:4)

"Dar-vos-ei coração novo, e porei dentro em vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro em vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis. " (Ezequiel 36:26-27)

"A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando sou fraco, então é que sou forte." (2Corintios 12:9-10)

O que podemos tirar dessas passagens? Ora, Para que nós nunca esqueçamos de que Nosso Pai provê tudo o que necessitamos, Ele nos coloca no deserto imaginário, mas muito real dentro da nossa alma. E porque? Para nos aperfeiçoar cada vez mais. Para saber o que realmente nós temos dentro do coração. Para nos conhecermos ainda mais.

Deus não nos leva para o deserto à toa. Tem um propósito para isso. Um propósito de vida, de crescmento espiritual, uma maior intimidade com Deus.

Não pense que o deserto que você está passando hoje, vai durar para sempre. Mas saiba de uma verdade: o deserto não acaba, ele apenas muda de estação, pois o homem está num processo divino de restauração e para que isso ocorra com mairo nitidez, o Senhor dos Exércitos nos coloca semrpe à prova.

Então podemos concluir que Deus muda sim nossa direção para um caminho mais longo, passando pelo deserto, afim de que acreditemos em sua provisão, em todos os momentos.

Busque ao Senhor de todo coração e de toda a sua alma que todas as outras coisas que tu queres, chegará em tuas mãos e teu deserto mudará de nome. Mudará para Canaã, a Terra Prometida.


" Senhor, dá-me discernimento e sabedoria para entender quando eu estiver andando no deserto e não souber o rumo correto para a Tera Prometida. Diz-me o que fazer que eu obedecerei."

Amém








Postagens mais visitadas deste blog

Qual sua Essência?

Saudade...

Coração Quebrantado